Presidente do “Grupo Bitcoin Banco” declara 25.000 BTC a Receita Federal

0
38

Com os saques bloqueados há mais de quatro meses, o Grupo Bitcoin Banco (GBB), fundado por Cláudio Oliveira, segue devendo seus clientes. No entanto, a situação parece não afetar em nada os lucros de Oliveira, que declarou a posse de 25.000 bitcoins à Receita Federal em 2019.

Informações obtidas pelo Cointelegraph mostram a Declaração Anual de Imposto de Renda de Cláudio Oliveira, referente ao ano de 2018, que foi entregue em 2019.

O montante de 25 mil BTCs declarado pelo dono do Grupo Bitcoin Banco, equivale a mais de US$ 200 milhões (cerca de R$ 870 mil) na cotação atual de baixa do bitcoin.

O milionário não informou o endereço de sua carteira na declaração, mas o valor poderia ser utilizado para pagar as dívidas da empresa, que declarou ter sido vítima de uma fraude de R$ 50 milhões em maio deste ano.

A alegação aconteceu uma semana depois do Grupo travar os saques em suas exchanges, embora nunca tenha conseguido provar a ação criminosa.

Desde então, a empresa já recebeu ordens de bloqueio e sofreu mandados de busca e apreensão em sua sede e em outras empresas ligadas à Cláudio Oliveira, que teve seu passaporte retido pela Justiça.