O que é Mineração?

É o processo de adicionar registros de transações ao livro razão público do Bitcoin, que armazena transações passadas, este livro razão é chamado “Blockchain” pelo fato de ser uma cadeia de blocos de transações/registros. O Blockchain serve para confirmar transações para o resto da rede ter conhecimento.
A rede Bitcoin usa o Blockchain para distinguir transações de Bitcoins legítimas de tentativas de reuso de moedas, ou seja, minerar é intencionalmente feito para ter um uso intensivo de recursos e difícil, de forma que o número de blocos encontrados por dia permanece constante blocos individuais devem conter uma prova para serem considerados válidos.
Esta prova é verificada por outros nós Bitcoin cada vez que eles recebem um bloco. Bitcoin usa uma função hash com recompensa para provas(a hashcash proof-of-work function).
O propósito fundamental da mineração é permitir aos nós da rede Bitcoin alcançar um consenso seguro e inviolável. Minerar é também um mecanismo usado para introduzir moedas Bitcoin no sistema: Mineradores recebem taxas e um subsídio de novas moedas criadas. Ambos servem com o propósito de disseminar novas moedas de uma maneira descentralizada bem como motivar pessoas a prover segurança ao sistema.
Mineração de Bitcoin é chamado assim porque se assemelha com a mineração de outros commodities: requer esforço e lentamente faz com que uma nova moeda esteja disponível a uma taxa que se assemelha a taxa de que commodities como ouro são minerados do solo.
Há alguns anos, era possível minerar com rentabilidade utilizando o notebook de casa. No entanto, como o sistema se adapta automaticamente para continuar gerando uma certa quantidade de Bitcoins independente de quantos mineradores existam (do contrário, haveria inflação desmedida num dado momento), isso não é mais possível. A mineração lucrativa hoje está restrita a grandes servidores com máquinas dedicadas, desenhadas exclusivamente para essa função, investimento que chega a custar milhões de dólares. Minerar com dispositivos caseiros ainda é possível, claro, mas o gasto em energia e equipamentos será superior àquele arrecadado com as frações de Bitcoin recebidas à cotação de hoje.

 

(Foto: Jemima Kelly/Reuters) – Galpão Keflavik com computadores da empresa Bitfury usados para ‘minerar’ Bitcoins.

Resumo

“A mineração nada mais é que a validação de uma transação. Quando o minerador se conecta à rede da cripto, ele recebe as transações para serem validadas, esse processo é feito através de cálculos. Quem completar os cálculos é recompensado com uma ação e é responsável por adicionar um novo bloco à Blockchain. Há alguns anos essa adição de blocos era bastante simples, pois a dificuldade das criptomoedas era bem baixa, mas hoje com várias máquinas tentando resolver as transações a dificuldade aumentou.”

O que é a Dificuldade na Rede?

A dificuldade é um fator muito importante na mineração, mas é bem simples de entender. Basicamente é o número de pessoas que se têm minerando em uma criptomoeda.

O que são Pools de Mineração ?

As Pools, ou piscinas, são formadas quando um número de mineradores se reúnem para um único propósito de mineração de uma ou várias criptomoedas. Soma-se o poder de mineração de todos os participantes em cooperação para se encontrar de forma mais rápida o resultado da equação e receber a recompensa, que no caso da pool é divida com todos os mineradores de acordo com a contribuição de cada um.

O que são Multi Pools e Pools Únicas ?

As pools únicas, como o próprio nome sugere, são as que estão explorando apenas uma única criptomoeda. Já as multi pools dão ao usuário a opção de minerar qualquer cripto disponível podendo mudar a qualquer momento.

Recompensas

As recompensas variam de moeda para moeda, onde as recompensados só são distribuídas quando o bloco é adicionado com sucesso na Blockchain. Aqui alguns modos de recompensas seguidas pelas pools:

Pagamento por ação (PPS): é a estrutura de recompensa mais comum. O pagamento é realizado de acordo com a contribuição feita pelo usuário.

Full-pay-per-share (FPPS): é semelhante ao PPS, mas a diferença é que a taxa de transação também é adicionada à recompensa do bloco ao longo de um tempo e depois distribuída aos mineradores.

Proporcional (PROP): Após o término do bloco, os usuários são recompensados e proporcionalmente ao número de ações que ele possui na pool e ao total de ações na cripto minerada.

Pagamento Máximo Compartilhado por Ação (SMPPS): A recompensa é semelhante ao PPS, mas limita o pagamento a um número máximo que a pool ganhou.

Pagamento Máximo Compartilhado Equalizado (ESMPPS): Aqui todos os usuários recebem partes iguais seguindo a regra SMPPS. Bem, há mais na lista, como o pagamento máximo compartilhado por ação recente, o pagamento limitado por ação, a Mineração Agrupada de Bitcoin, etc. Além disso, uma pool genuína cobrará de 1% a 3% das taxas.