Estado Americano, Proíbe Doação de Criptomoedas para Políticos

0
223

(Foto:blockchain24.co)

A Carolina do Norte (Estado Americano), entrou na pequena lista de estados Americanos que proíbem doação de criptomoedas para campanhas políticas muitos até estranharam pois essa modalidade vem ganhando força no país. O Conselho de Eleições e Ética da NC State anunciou sua proibição da criptografia em campanhas políticas depois de receber o pedido de Emmanuel Wilder para aceitar doações em vários ativos digitais.

Wilder, que representará o Partido Republicano durante os próximos trimestres, mostra respeito pela decisão, mas não esconde sua decepção. A principal razão por trás da proibição foi a incapacidade de valorizar devidamente as criptomoedas, o que dá margem a manipulações financeiras.

Apesar do fato de que Wilder forneceu uma possível solução para este problema em seu pedido inicial, o diretor executivo Kim Westbrook Strach está certo de que eles não serão capazes de controlar totalmente todas as doações de criptografia enviadas para causas políticas.

Vale ressaltar que a Carolina do Norte, na verdade, não é o primeiro estado que proibiu os candidatos de arrecadar fundos para sua campanha em criptocorrências. Uma comissão do governo estadual do Kansas proibiu qualquer contribuição do Bitcoin por causa de sua “natureza disruptiva” que poderia ter uma influência prejudicial no processo eleitoral. Outros estados dos EUA ainda permitem contribuições criptografadas se não excederem os limites de contribuição da FEC para as eleições federais.

Ressaltamos que isso e mais um caso isolado pois como publicamos no mês passado sobre “Andrew Yang“, candidato a Presidência e esta aceitando criptomoedas como doação para campanha de 2020.

 

[amazon_link asins=’8581190766,B076Z5H8PH,B071ZQ4MG1,1491954388,8550800678′ template=’ProductGrid’ store=’cdbitcoin-20′ marketplace=’BR’ link_id=’b448a5aa-9985-11e8-be18-3f50e44b37b5′]