CEO da Coinbase “Brian Armstrong”, Comemora à Volta de Propagandas no Facebook

0
230
A smartphone user shows the Facebook application on his phone in the central Bosnian town of Zenica, in this photo illustration, May 2, 2013. Facebook Inc said July 24, 2013 that revenue in the second quarter was $1.813 billion, compared to $1.184 billion in the year ago period. REUTERS/Dado Ruvic /Files (BOSNIA AND HERZEGOVINA - Tags: SOCIETY SCIENCE TECHNOLOGY BUSINESS)

O CEO da Coinbase “Brian Armstrong”, postou em seu Twitter que está orgulhoso de estar na lista de permissões de anúncios do Facebook.

“O Facebook proibiu anúncios de criptografia no início deste ano. Orgulhoso dizer que agora estamos na lista de permissões e estamos de volta introduzindo mais pessoas a um sistema financeiro aberto.”

A maior rede social do mundo que proibiu anúncios referentes ao ramo financeiro inclusive criptomoedas devido a alta taxa de projetos enganosos que usavam a rede para se promover e muitos desses anúncios eram ligados a ICO (Oferta Inicial da Moeda), oferecem aos investidores em troca de valores como Bitcoin, Ethereum e etc.

Com isso a receita arrecadada ajuda o projeto a sair do papel e se valorizar gerando lucros aos envolvidos inclusive aos investidores que adquiriram a moeda.

Mais no mercado a projetos que são apenas fraudes arrecadam valores e depois desaparecem da noite para o dia deixando um vasto prejuízo a seus investidores, o facebook agora usa em sua política que essas empresas enviem documentos para provar a sua veracidade com licenças e toda a parte de documentação autêntica.